Construir uma prática criativa consistente é fundamental para alcançar nossos objetivos de escrita, principalmente para narrativas longas. Mas com todo o caos da vida, estabelecer uma rotina de escrita criativa está longe de ser fácil. Talvez nem seja a escassez de tempo, mas também a escassez de motivação. 

Energia e motivação eu diria, no meu caso.

Quando se trata de escrita criativa, estamos muito condicionados a esperar momentos de criatividade e com a falta de produtividade, vamos ficando cada vez mais desmotivados. Mas a questão também é: como podemos construir rotinas de escrita que nos deixam livres? Vamos descobrir juntos no artigo de hoje, escritores!

Aprenda a priorizar a escrita em sua vida …

O primeiro passo para construir uma rotina de escrita que funcione bem para você, é tomar medidas para priorizar a escrita em sua vida. 

1.Então, permita-se!

Não há nenhum problema em gastar tempo alimentando suas paixões, é preciso permissão para priorizar algo que nos faz felizes. Então permita-se de uma vez.

Para alguns, escrever é um prazer no qual eles se entregam livremente. Mas para os outros, há uma medida de culpa que vem com a criação de espaço para a criatividade. Muitas vezes, essa culpa surge de preocupações sobre como estamos gastando nosso tempo. 

Eu tive o privilégio e ainda tenho, de ganhar a vida com a escrita, escrevendo para publicidade como redatora, escrita SEO e produção de conteúdo, então de certa forma para mim a rotina de escrita é natural até certo ponto.

 2. Faça seu tempo de escrita acontecer. 

Acha que não tem tempo para escrever? Pense de novo. Pense nas atividades digitais que fazemos, nas coisas que te absorvem sem que você tenha controle delas. 

A maioria de nós tem tempo mais do que suficiente para escrever um pouco de escrita em nossos dias ou semanas, mas não conseguimos fazer isso, pois o apelo da mídia social pela rolagem, a navegação na Netflix e outras atividades desnecessárias atrapalham nossos horários.

Se você está pronto para tornar a escrita criativa uma prioridade em sua vida, dê uma boa olhada em onde você está gastando seu tempo todos os dias. Identifique os buraquinhos tempo potencial para escrever ou reorganizar sua programação para criá-los.

3. Faça sacrifícios

Tempo nunca vai sobrar, também não é sobre a sobra, é sobre um bom proveito do que temos a nossa disposição. 

Agora é a hora de reavaliar suas prioridades. Eu sugeriria criar uma lista de seus cinco primeiros, que pode parecer um pouco assim: 1) pagar as contas, 2) passar tempo com os entes queridos, 3) comer bem, exercitar e dormir o suficiente, 4) escrever meu livro, e 5) fazer o que for mais importante para mim.

Se a sua lista de prioridades excede em muito os cinco primeiros, talvez seja hora de levar a sério o que você realmente quer fazer da sua vida. Está escrevendo um livro verdadeiramente importante para você? Em caso afirmativo, estão dispostos a fazer sacrifícios para priorizar esse objetivo?

4. Encontre seu canal criativo

Alguns escritores podem se esgueirar em poucas palavras a qualquer momento, perfeitamente satisfeitos em construir um hábito diário lento e estável. Mas para outros, encontrar um ritmo criativo leva mais tempo. Se você é alguém que precisa de um bom tempo para entrar na zona, não há problema em consistência significar algo diferente para você.

Se você está completando duas ou três grandes sessões de redação em uma semana ou aproveitando o tempo para dedicar algumas palavras a cada dia, o que mais importa é encontrar uma prática consistente a longo prazo.

Velhos hábitos morrem mais lentamente, então é importante cultivá-los.

5. Organize seus espaços de trabalho físicos e digitais …

Talvez esse seja o minimalista em mim, mas nenhuma rotina de escrita para mim seria realmente livre se meus espaços de trabalho físicos e digitais estivessem cheios de coisas desnecessárias e distrações evitáveis. Se você sentir o mesmo, use essa dica para construir uma relação de trabalho saudável com seu espaço de escrita pessoal:

Vários anos atrás, meu trabalho estava uma bagunça. Eu tinha uma infinidade de notas mal organizadas espalhadas pelas páginas de cadernos e arquivos de computador, vários rascunhos de capítulos mal nomeados e nenhum senso verdadeiro de alguma organização visual muito necessária. E isso estava afetando meu trabalho, com certeza.

Mas ao completar essa tarefa gigantesca, nunca me senti mais no controle de meus projetos. 

6. Adote um sistema de backup automático.

Escrever não é tarefa fácil, e não há nada mais aterrorizante do que perder todo o seu trabalho duro. E isso já aconteceu comigo, mais de uma vez, até que eu aprendi de vez. Agora, eu tenho um sistema de backup automático que garante que eu possa dedicar toda a minha energia mental para escrever e escrever sozinho.

Minha solução? Google Drive. Ao hospedar todos os meus arquivos relacionados à escrita na pasta Drive, meu trabalho é atualizado automaticamente na nuvem toda vez que eu escrevo. Sei que existem outros sistemas de back up também, que você pode explorar.

7. Crie um “lugar de escrever”. 

Se tiver a sorte de ter tempo livre para escrever no conforto de sua casa, tente criar um retiro de escrita pessoal – um lugar ou ambiente especial dedicado especificamente à escrita. Isso pode ser em uma mesa, na cama com pouca luz, em seu sofá com uma caneca de chá. Tudo o que ajuda você a entrar na zona.

Se você for forçado a escrever em outro lugar ou sob condições menos que ideais, explore os gatilhos que o ajudam a encontrar um ritmo, apesar das distrações. Pode ser música que abafa o ruído do metrô, uma bebida especial que você tem à mão apenas quando você escreve, ou até mesmo cinco minutos de meditação para limpar sua mente antes de mergulhar. 

8. Encontre uma mentalidade de escrita saudável …

Você optou por tornar a escrita uma prioridade em sua vida, encontrou o tempo necessário para que isso acontecesse e criou o ideal de espaço de trabalho físico e digital que você pode gerenciar. Se você ainda não se sente confiante em sua capacidade de construir uma prática criativa, no entanto, talvez seja hora de abordar sua mentalidade:

Frequentemente, construir um hábito de escrever requer que nos neguemos a outros prazeres e, por isso, dizemos a nós mesmos que não podemos nos entregar até que tenhamos terminado nossa redação para o dia. Mas a palavra “não pode,” pode ser incrivelmente limitante. Eu não posso assistir TV. Eu não posso ir a essa festa. Eu não posso entrar no Instagram …

“Não pode” nos deixa almejando o que não deveríamos ter e nos sentindo culpados quando estragamos tudo. Então, ao invés de dizer que você “não pode”, tente dizer que você “não “. Eu não assisto TV até ter escrito minhas palavras para o dia. Eu não vou a festas que entram em conflito com meus prazos de redação. Eu não rolo Instagram porque eu sei que é um gatilho de procrastinação para mim.

Onde “não podemos” nos deixa deprimidos, “não” nos ajuda a nos sentirmos empoderados em nossa escolha de perseguir nossos objetivos de escrita com intenção.

9. Descubra sua fonte de motivação 

A página em branco é intimidante, sem dúvida. Se você costuma se deparar com dificuldades para aparecer e realizar o trabalho, saiba que não está sozinho. A procrastinação é comum entre os escritores mais apaixonados, e muitos amam a experiência de ter escrito mais do que escrever em si.

Ainda assim, precisamos superar essa procrastinação se quisermos agitar nossas rotinas de escrita, o que significa que é hora de descobrir como podemos nos motivar para a ação. Só você sabe as recompensas que você quer ganhar, então coloque-se recompensas, grandes ou pequenas, sinta que você mereceu algo, com sua dedicação à escrita.

10. Conheça seus limites

Não importa o quanto gostaríamos de escrever, escrever, escrever, estamos apenas nos preparando para o desastre se não dermos atenção aos sinais de esgotamento. Todo mundo está cheio de responsabilidades e metas que já vêm de brinde com a vida.

Estes sinais podem parecer um pouco diferentes para cada escritor, mas geralmente, se você está lutando para compor até mesmo a mais simples das frases, você trabalhou muito duro. Pare quando estiver se sentindo esgotado e não jogue seus avanços pela janela.

Reconheça e conheça o que o sucesso na escrita criativa significa pra você.

Você é escritor, e você é seu próprio escritor. Quanto mais confiante você crescer em seu amor pelo ofício e quanto mais se recusar a se comparar com outros escritores, mais satisfação encontrará em sua prática criativa pessoal. 

Busque inspiração, mas não se compare.

Construir uma rotina de escrita sem preocupações começa com a compreensão do que o sucesso da escrita significa para você. Você sabe o que você quer da sua vida de escritor? Você sabe por que você quer? Descubra essas verdades e aprenda a amar cada passo de sua jornada para tornar essa versão de sucesso sua realidade. 

Criar uma prática criativa que atenda às suas histórias, ao seu estilo e à sua agenda provavelmente levará um pouco de tempo e exploração, mas não tenha medo de investir nesse experimento. Ao encontrar as ferramentas, dicas e técnicas que funcionam para você, você construirá uma rotina de escrita que o deixará livre para florescer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s