Uma visão geral do meu método de duas etapas…

Já vou logo avisando que esta técnica está longe de ser revolucionária. Porém, para progredir de forma constante no sentido de terminar meus projetos, costumo empregar esses dois passos simples:

Etapa 1: defina uma meta de longo prazo que me ajudará a alcançar um importante marco de redação.

Passo # 2: Quebrar essa meta de longo prazo em várias ações de curto prazo (ou uma meta diária ou semanal).

Como eu disse, não revolucionário. Mas se você está lutando para terminar seu romance, esta é uma técnica que você pode querer experimentar. Por quê? Porque pode ajudá-lo a superar a sobrecarga envolvida no cumprimento de tarefas tão grandes como a elaboração de um romance de 80 mil palavras, revisar a totalidade desse romance e depois vasculhar esse romance linha por linha para editar sua prosa.

Você pode até mesmo aplicar facilmente essa técnica de duas etapas a outras tarefas de redação, como reunir uma lista de possíveis agentes e enviar consultas, criar seu plano de publicação automática ou elaborar sua última campanha de marketing. 

Ou, dando vários passos para trás, você pode usar esse método para concluir tarefas de pré-escrita, como delineamento, construção de mundos, pesquisa intensiva ou plotagem de séries.

Então vamos dar uma olhada mais de perto em como você pode criar um plano de duas etapas que funcione com seu processo de escrita e programação:

ETAPA 1: DEFINA UMA META DE LONGO PRAZO.

Para começar, considere o maior marco que você gostaria de concluir. Você está querendo terminar seu primeiro rascunho? Enfrente revisões? Conquistar edições de linha? Descobrir esse importante marco provavelmente será uma tarefa fácil. No entanto, agora também é hora de considerar se você gostaria de quantificar sua meta de longo prazo com um prazo.

Prazos são certamente uma forma de pressão. Para alguns escritores, essa pressão é saudável, enquanto para outros pode causar mais mal do que bem. Se você sabe que os prazos não são para você, não se force a adotar um agora – a menos que você já esteja trabalhando com um editor.

Mas se uma bomba-relógio fornece uma medida extra de motivação, vá em frente e defina um prazo para o seu objetivo de longo prazo agora. Ao fazer isso, no entanto, certifique-se de não se forçar muito. A maioria das pessoas tende a subestimar quanto tempo levará para concluir uma tarefa. Dê a si mesmo uma quantidade razoável de tempo para realizar o trabalho, com um desafio suficiente para mantê-lo escrevendo.

ETAPA 2: DEFINA ALGUMAS METAS ACIONÁVEIS ​​DE CURTO PRAZO.

Com o seu objetivo e prazo de longo prazo, agora é hora de considerar como você pode tornar o processo de alcançar esse marco um pouco menos esmagador e muito mais acionável. Como mencionei anteriormente, existem duas maneiras de abordar esse processo…

Algumas metas de longo prazo facilitam a definição de uma meta de curto prazo diária ou semanal para corresponder. Por exemplo, se você quiser escrever 90.000 palavras em 90 dias, precisará escrever 1.000 palavras por dia ou 7.000 palavras por semana. Se trabalhar com uma contagem de palavras não se adequar ao seu processo, você poderia definir uma meta de curto prazo com base no tempo, como escrever uma hora por dia ou sete horas no total por semana.

Mas não se prenda a isso, foi só um exemplo, podem existir várias coisas que envolvem a criação de um livro. Pesquisas de pano de fundo, análise de algo, uma volta em um parque que você quer descrever, tantas coisas…

Vamos seguir as dicas abaixo você eu e tentamos ter sucesso com elas…

Fazer um plano é uma coisa, mas colocar esse plano em ação é outro obstáculo. Se você planeja experimentar este método de duas etapas, use as seguintes dicas de produtividade para dar vida ao seu plano:

1. SEJA HONESTO SOBRE O TEMPO QUE VOCÊ TEM QUE ESCREVER.

Escrever por uma hora por dia pode parecer um objetivo nobre, mas se a vida estiver simplesmente ocupada demais para que isso aconteça com alguma consistência, não se prepare para o fracasso. Avalie sua programação, considere o tempo que você tem atualmente para escrever e defina metas que sejam apropriadas para essa atribuição.

Por outro lado, você provavelmente tem mais tempo de escrita do que você pensa. Apesar de nossas vidas aparentemente sempre ocupadas, somos um dos países onde as pessoas mais passam tempo em redes sociais e assistimos muitas horas de televisão por dia. 

2. EMPREGAR UM HACK OU DOIS DE PRODUTIVIDADE DE ESCRITA.

Mesmo com um objetivo simples de curto prazo, sentar-se para escrever pode ser intimidante. Você está tirando palavras do nada – criando-as, moldando-as. Tentando fazer algo belo com o que consistia apenas de alguns neurônios de disparo apenas um momento antes.

Não há problema em ser intimidado pela página em branco ou por uma lista de verificação não marcada. Mas se você se encontrar lutando para começar, talvez seja hora de empregar um ou dois truques de produtividade, como:

1: Trabalhe com um objetivo mínimo (por exemplo, dez minutos ou 200 palavras). Se você não quer continuar depois, você não precisa – mas as chances são de que você tenha encontrado um ritmo.

2: Termine seu trabalho no dia anterior no meio de uma tarefa ou cena. Isso facilita a escolha de onde você parou na próxima vez que você se senta para escrever.

3: Tente redigir ou redigir com rapidez, colocando sua história no papel o mais rápido possível, para evitar a edição enquanto você escreve, o que pode afetar a produtividade de muitos escritores.

4: Defina um sistema de recompensas ou punições para uma pressão um pouco saudável. Por exemplo, se você completar seu objetivo, você terá sobremesa depois do jantar. Se você não fizer isso, sem sorvete para você.

5: Envolva-se na comunidade de escritores. Seja pessoalmente ou on-line (como o #StorySocial Twitter chat ou nosso grupo do Your Write Dream no Facebook), nada pode ser tão encorajador quanto empatizar com colegas escritores.

3. DESCOBRIR O SEU PORQUÊ.

Quando as coisas ficam difíceis ou você não consegue continuar, é hora de invocar sua fonte de motivação. Se não há nada que o leve a escrever, ou se o seu coração está no lugar errado, a luta para conquistar a escrita sobrecarregar e fazer as palavras acontecerem será ainda mais difícil.

Eu posso estar em batalha frequente com a desmotivação, mas também sei que sou propensa à depressão quando não gasto tempo criando. Lembrar o quão mal me sinto quando estou nas garras da melancolia é muitas vezes toda a motivação que preciso para sentar e fazer o maldito trabalho duro. Cumprimento, para mim, vem com ter escrito.

Então, por que você escreve? E por que você está trabalhando nesse projeto em particular? Se você não tiver uma resposta forte, tente criar uma declaração do seu motivo para escrever. Analise-a com frequência enquanto trabalha para atingir seu objetivo de longo prazo.

Como eu disse anteriormente, escrever um romance é um trabalho muito difícil. Eu sou naturalmente desconfiada de qualquer um que diz que acha fácil concluir cada passo do processo de escrita. Mas isso não significa que eu não amo escrever como um todo. Nenhum de nós é menos escritor por achar difícil nos motivar a sentar e escrever.

Desagregar a força de vontade para fazer com que as palavras aconteçam pode ser difícil, mas se você sabe que nada lhe dá satisfação criativa como contar histórias, não hesite em experimentar uma simples técnica de produtividade em duas etapas. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s